Reviews

[review] Embarque na mitologia nórdica em ‘RollerCoaster Legends II’

Com o crescente interesse pela mitologia nórdica, embalado pelo estrondoso sucesso de ‘God of War’, é natural o surgimento de novos games focados nesse tema. O estúdio WarDucks não perdeu muito tempo e acaba de lançar ‘RollerCoaster Legends II: Thor’s Hammer’, sua segunda experiência de montanha-russa para o Playstation VR, trazendo algumas melhorias em relação ao primeiro título.

Confira aqui o review do primeiro ‘RollerCoaster Legends’

A bordo de um carrinho com jeitão de barco viking, você atravessará alguns dos reinos que compõem a mitologia nórdica e ficará bem perto de seres que a habitam, como trolls, gigantes, valquírias, deuses e dragões. Os cenários replicam paisagens dos reinos de Alfheim, Helheim e o gélido Niflheim. Durante o percurso, você é acompanhado por Loki, que roubou o martelo de Thor.

A imersão é fantástica, com gráficos bem feitos, sem serrilhados ou borrões (reforçando que testei o título em um Playstation 4). A sensação de velocidade é bem maior que a do primeiro título. As curvas estão mais acentuadas e as quedas, também. Pena que dure pouco: o jogo-experiência leva cerca de sete minutos.

Mas desta vez há um fator de replay, já que, após terminar a experiência pela primeira vez, você libera um modo “challenge”. Nele, o desafio é coletar 50 itens amarelos que vão aparecendo pelos cenários. Para isso, você usará um par de PS Moves ou o Dualshock 4. Com os moves, você terá uma arma em cada mão e pode atirar em alvos diferentes. Com o Dualshock, terá apenas uma arma, mas ela vem em forma de lâmina de machado (alguém sacou a referência?).

Além de atirar nos itens colecionáveis, você também pode disparar nos elfos que ficam te jogando flechas, bem ao longe. Aliás, eles ficam tão distantes que é difícil identificar o que eles são de verdade. Como é que eu sei que são elfos? Intuição, meu caro Legolas.

Matar os elfos não influencia em nada, mesmo porque as flechas que eles disparam passam bem longe de você. Portanto, se quiser pegar todos os colecionáveis é bom guardar a “energia” da sua arma, pois ela acaba após um certo tempo de uso e é preciso esperar até que ela recarregue.

No geral, o modo “challenge” é uma boa adição à experiência. Como o próprio nome diz, serve como desafio. Mas, para os platinadores, lamento informar que não há troféus para conquistar. O jogo também não tem suporte ao português, mas isso não faria qualquer diferença, já que não há diálogos ou qualquer coisa do tipo.

roller2

NO BALANÇO DO BARCO

‘RollerCoaster Legends’ é uma experiência que preza pelo bem-estar físico dos jogadores. Mesmo sendo veloz e intenso, o game usa algumas “artimanhas” para evitar o desconforto do jogador. Por exemplo: nas descidas, a sua visão parece se recentralizar para se adequar às mudanças nos trilhos, evitando um movimento mais brusco e nauseante.

Isso faz com que o título seja quase livre de enjoo de movimento. Na tela inicial, também é possível adicionar uma vinheta (em inglês, costumam chamar de “blinder”), que escurece as bordas da tela – eles vêm em duas opções. Por estas características, ‘RollerCoaster Legends 2’ (assim como o primeiro), é perfeito para você apresentar seu PSVR para amigos ou familiares.

No entanto, ainda sinto falta de opções mais “hardcore”, para quem não sofre de cinetose (o tal enjoo de movimento). Por isso, para quem está mais acostumado à realidade virtual, recomendo experimentar o título de pé. Dá uma emoção a mais.

Além disso, desta vez achei o encontro com seres mitológicos menos emocionante do que na versão grega do primeiro ‘RollerCoaster Legends’. Você vai passando enquanto os seres vão aparecendo ao lado. Acho que faltou ficar mais “frente a frente” com eles.

roller3

VEREDITO

‘RollerCoaster Legends II’ é uma ótima experiência de montanha-russa em realidade virtual, bem melhor do que as disponíveis no Youtube. A adição do modo “challenge” aumenta um pouco o tempo de gameplay, mas não há dúvida de que se trata de um título para jogar poucas vezes. A graça mesmo está em deixá-lo à disposição dos amigos e familiares, como uma porta de entrada ao fantástico mundo da realidade virtual. Nota: 9/10.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Título: ‘RollerCoaster Legends II: Thor’s Hammer’
Estúdio: WarDucks (www.warducks.com)
Gênero: Jogo-experiência (montanha-russa)
Data de lançamento: 5 de junho de 2018
Plataformas: PSVR (utilizada neste review), Oculus Rift e HTC Vive
Preço: R$ 18,50 (PS Store BR) | US$ 5,99 (PS Store EUA)
Espaço em disco: 1,9 GB
Idioma: Inglês (interface – a experiência não tem diálogos)
Controles suportados: Dois PS Moves (recomendado) ou Dualshock 4
Jogadores: 1 (sem modo online)

[Este review foi feito no Playstation 4 Pro, com uma cópia digital cedida pela WarDucks]

Assista ao trailer de ‘RollerCoaster Legends II: Thor’s Hammer’

Anúncios

8 comentários sobre “[review] Embarque na mitologia nórdica em ‘RollerCoaster Legends II’

  1. Quer ganhar uma cópia do primeiro ‘RollerCoaster Legends’? Participe do bolão e concorra. As regras são as seguintes:
    1. Inscreva-se aqui no blog PSVR BRASIL.
    2. Comente neste post qual “jogo muito aguardado” você acha que a Sony anunciará neste domingo, dia 10 de junho, às 12h.
    3. Será aceito apenas um palpite por inscrito.
    4. O primeiro a acertar o palpite será o vencedor. Não esqueça de informar um e-mail válido.
    5. Só serão aceitos os palpites dados até as 11h deste domingo, dia 10 de junho de 2018.
    6. Para utilizar o prêmio, é necessário ter uma conta da PSN dos Estados Unidos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s