[preview] Confira tudo o que sabemos até agora sobre ‘The Walking Dead: Onslaught’

Pra quem tem um headset de realidade virtual, ‘The Walking Dead: Onslaught’ é um dos jogos mais aguardados desse ano. Se você é fã de ‘The Walking Dead’ como eu, ou curte a temática de apocalipse zumbi, preparei um preview completo, com todas as informações que temos sobre o jogo até agora e algumas curiosidades também. Você sabia que o primeiro jogo VR baseado em TWD foi anunciado antes mesmo de serem lançados os primeiros óculos de realidade virtual? Ou que o ‘Onslaught’ é o terceiro projeto de jogo VR do ‘Walking Dead’? Quer saber quais personagens você vai poder controlar no jogo? Nesse preview eu vou trazer todos esses detalhes, entre outras coisas. Bora lá!

Assista aqui ao preview de ‘The Walking Dead: Onslaught’

O ESTÚDIO
‘The Walking Dead: Onslaught’ tá sendo desenvolvido pela Survios, que é um dos melhores estúdios de realidade virtual da atualidade. Esses caras já fizeram jogos fantásticos, como ‘Raw Data’, ‘Sprint Vector’ e ‘Creed: Rise to Glory’, e aproveitaram esse know-how em ‘Walking Dead’. O jogo conta com a parceria direta da AMC, o canal de televisão que produz e exibe a série. Eu não sei se todos vocês sabem, mas ‘The Walking Dead’ é uma série baseada nos quadrinhos criados por Robert Kirkman. Os quadrinhos foram lançados em 2003 e tiveram quase 200 edições. A HQ chegou ao fim agora, no início desse mês, pegando todo mundo de surpresa.
A série está no ar desde 2010 e esse ano chega à sua décima temporada. Já deu origem também a uma série spin-off, ‘Fear the Walking Dead’, que já tá na sexta temporada. E também resultou em um filme, ainda sem data de lançamento, além de vários jogos e outros produtos oficiais.

HISTÓRIA
‘The Walking Dead: Onslaught’ é baseado na série de TV, mas não tem ligação direta com nenhum episódio ou temporada específica. É uma história autônoma, que mostra os personagens fazendo aquilo que sempre fazem: tentam sobreviver a um mundo pós-apocalíptico infestado de zumbis. Você terá que cumprir várias missões pra obter suprimentos e ajudar os moradores de Alexandria, que é um dos últimos refúgios humanos nesse mundo pós-apocalíptico. A cidade fortificada de Alexandria, localizada no estado da Virgínia, aparece pela primeira vez na quinta temporada da série.

GAMEPLAY
Ainda temos poucas imagens do gameplay de ‘The Walking Dead: Onslaught’. Os únicos vídeos divulgados até agora são o gameplay que o canal UploadVR divulgou em junho, no seu evento da E3. Temos também um vídeo de preview do Nathie, um dos youtubers de VR mais conhecidos no mundo. Ele foi convidado pra ir até a sede da Survios, em Los Angeles, pra fazer um gameplay em primeira mão. No vídeo que postei no canal PSVR Brasil no YouTube, tô trazendo algumas imagens desses gameplays. Pra quem quiser ver os vídeos na integra, vou deixar os links na descrição.
Pelas imagens que temos até agora, podemos ver que o jogo é bastante voltado pra ação e pro survival. É uma pegada um pouco diferente da série, que tem os seus momentos de ação, mas destaca principalmente os dramas que os sobreviventes passam. Pessoalmente, a parte de ação sempre foi minha preferida da série. E pra quem quiser ver drama, eu sugiro os jogos da Telltale.
No jogo, seu objetivo será coletar recursos pra levar pra Alexandria. São suprimentos como comida e combustível, que vão estar espalhados por todos os cantos dos cenários. Ao coletar esses recursos, você ganha XP, que poderá ser usado pra melhorar os seus personagens. Aliás, os personagens terão diferentes habilidades, mas não sabemos mais detalhes sobre isso.

PERSONAGENS
Como a série é feita pela Survios em parceria com a AMC, a gente vai poder entrar na pele de quatro dos mais importantes personagens da franquia: Rick Grimes, Daryl Dixon, Michonne e Carol. O policial Rick Grimes é o personagem principal da história. No primeiro episódio, ele aparece acordando do coma quando a infestação zumbi já começou a toma conta do mundo. Depois, Rick se torna o líder dos sobreviventes. Ele é interpretado pelo ator Andrew Lincoln.
Outro nome bastante conhecido é o caçador Daryl Dixon, vivido pelo ator Norman Reedus. Curiosamente, é um personagem que não existe nos quadrinhos, mas é um dos preferidos do público. Norman Reedus é um nome que está na boca de toda a galera gamer, já que ele é o personagem principal de ‘Death Stranding’, aquele jogo do Kojima que ninguém sabe da onde vem nem pra onde vai. O seu personagem, Daryl, também estrelou outro jogo baseado em ‘The Walking Dead: Survival Instinct’, lançado em 2013, que acabou sendo um fracasso.
Outra personagem bastante querida pelo público é a Michonne, que se torna uma espécie de samurai solitária nesse mundo pós-apocalíptico. Ela é interpretada pela atriz Danai Gurira, que fez a guerreira Okoye no filme do ‘Pantera Negra’ e nos ‘Vingadores: Ultimato’. A primeira aparição da Michonne em TWD é chocante, acho que todo mundo deve se lembrar. Armada com sua katana, ela anda por aí com dois zumbis como “guarda-costas”. O detalhe é que eles tiveram os braços e as mandíbulas decepadas, tornando-se inofensivos para ela.
Fechando o quarteto de personagens jogáveis, temos a Carol, uma mãe de família que começa a série totalmente submissa ao marido, mas que vai se tornar uma mulher extremamente forte e com habilidades de combate invejáveis. Ela é vivida pela atriz Melissa McBride.
O bacana é que todos os personagens do jogo foram dublados pelos próprios atores da série, incluindo alguns personagens secundários. Como o Eugene, que é um dos sujeitos mais covardes e desprezíveis da série, com aquele mullet ridículo.

JOGABILIDADE
Como em todos os jogos da Survios, você vai jogar ‘The Walking Dead: Onslaught’ usando os controles de movimento, os moves no PSVR. Pra andar, é preciso fazer os movimentos com os braços, como se estivesse caminhando mesmo. É um esquema de movimentação que a Survios criou pro ‘Sprint Vector’, o segundo jogo do estúdio. Pra mim, é um sistema de movimentação que casa perfeitamente com a pegada de sobrevivência do ‘Walking Dead’. Mas muitas pessoas não gostam desse tipo de locomoção, por exigir um certo esforço, e a Survios já avisou que os sistemas tradicionais de movimentação também estarão disponíveis.
Em termos de combate, você vai enfrentar os zumbis usando armas brancas e armas de fogo. A empresa criou inclusive uma mecânica em que você pode segurar o pescoço de um zumbi para dar um golpe mais preciso. Essa é uma coisa que a gente vê com frequência na série. Os zumbis sentem os golpes de várias maneiras. Você pode perfurar o corpo deles ou desmembrá-los em várias partes, cortando a cabeça, os braços e as pernas. Todo aquele gore, aquela violência visual da série, foi mantido.

ARMAS
Conforme você avança no jogo, você tem acesso a uma série de armas. O jogo terá algumas armas especiais, que pertencem a determinados personagens da série. No teaser do jogo, pudemos ver algumas delas, como o revólver Magnum do Rick, a besta do Daryl, a faca militar da Carol e a katana da Michonne. Mas na demo, a gente vê a própria Lucille, que é um bastão cheio de arame farpado usado pelo psicopata do Negan. Essas armas especiais são capazes de dar bastante dano.
Durante o jogo, você vai encontrar algumas armas pelo meio do caminho. Algumas têm pegadas diferentes. Em um dos vídeos, vemos um facão que você pode segurar com a lâmina pra frente ou pra trás. Os bastões você vai poder segurar com as duas mãos. Aliás, sobre isso, o produtor Chris Thompson contou que eles fizeram vários testes com bastões de verdade pra alcançar a física mais próxima da realidade, incluindo o peso e o som da arma. Não sei se vocês já perceberam, mas americano adora um bastão né? Pelo que a gente vê nos filmes, praticamente toda casa americana tem um bastão de beisebol que eles usam pra se defender de criminosos ou de assombrações.
Com relação às armas de fogo, já vimos pelo menos três em ação: uma pistola, um fuzil e uma escopeta. A mira delas é bastante intuitiva e você também pode usar as duas mãos pra diminuir o recuo. A mira da pistola fica verde quando o inimigo está no alvo. No gameplay da UploadVR, conseguimos ver, por breves instantes, alguém segurando uma flecha que seria da besta do Daryl. É interessante notar como o estúdio aproveitou mecânicas de combate que já tinha criado pro ‘Raw Data’ e adicionou novas.
Como se trata de um jogo de sobrevivência, você vai precisar procurar por munição e tentar ao máximo não desperdiçar balas. Você tem também uma quantidade limitada de armas que pode carregar ao mesmo tempo. Você também poderá usar explosivos pra mandar pelos ares uma grande quantidade de zumbis. É tripa pra todo lado!!

IMERSÃO
‘The Walking Dead: Onslaught’ promete ser o jogo de zumbi mais imersivo já feito até hoje. Você aparece com um avatar de corpo inteiro e é possível ver sua sombra enquanto caminha. Pra recarregar suas armas, é preciso pegar a munição e colocar na arma, estilo ‘Blood & Truth’. Outro fator que deixa o jogo bem parecido com a série é que os tiros e explosões chamam a atenção dos zumbis. Por isso, é bom saber o momento certo de escolher usar armas brancas. E tem momentos também em que hordas inteiras de zumbis vão escapar de locais onde eles estavam presos e vão pra cima de você.
Mas uma coisa que eu não gostei é a forma como você coleta itens e abre portas. Basta apontar a mão pra porta ou pro item e apertar um botão. Você não precisa fazer os gestos que seriam mais próximos do real. Acho que isso prejudica a imersão. Em contrapartida, o jogo não tem nenhum HUD. O seu medidor de vida aparece no pulso esquerdo. Quando estiver baixo, é preciso coletar kits médicos.

CAMPANHA
A campanha será linear – ou seja, nada de mundo aberto – e poderá ser jogada solo ou em modo cooperativo pra dois jogadores. De acordo com o site UploadVR, a campanha terá duração de quatro horas, com um total de sete missões. Na medida que você progride no jogo, novos e variados tipos de inimigos vão aparecendo. Além disso, o estúdio informou que você poderá repetir as missões pra conseguir itens melhores e upar os seus personagens. A demo que o Nathie jogou começa em um local a cerca de 48 quilômetros da cidade de Alexandria. Você controla Rick, que foi em busca de recursos, e vai se encontrar com Eugene, que está em uma van.
Além disso, o jogo tem ainda um modo “Scavenger”, que pode ser traduzido como “catador”. Esse modo é mais focado pro multiplayer, onde você vai poder buscar itens importantes pra fortalecer o seu povo. Isso é algo que os sobreviventes fazem o tempo todo na série. Essas missões serão geradas de forma procedural, nos vários mapas que o jogo possui. Segundo o site UploadVR, esse modo terá cooperativo pra até quatro jogadores.

LANÇAMENTO
O jogo será lançado ainda este ano, no outono americano. Mas ainda não temos uma data de lançamento específica. Só sabemos que será em uma data entre 22 de setembro e 22 de dezembro. O preço ainda não foi informado. Mas, a julgar pelos lançamentos anteriores da Survios, eu diria algo em torno de 120 reais. Ele estará disponível no Playstation VR e nos PCs – HTC Vive, Oculus Rift e Valve Index. Levando em conta a página do jogo na Steam, o jogo não terá qualquer tipo de localização pro português. Como, aliás, nenhum jogo da Survios tem, o que é uma pena. Terá apenas áudio e legendas em inglês.

HISTÓRICO
‘The Walking Dead: Onslaught’ tem uma grande influência sobre a cultura pop e um peso importante pro renascimento dessa temática de apocalipse zumbi. Como eu disse lá no início, ‘The Walking Dead: Onslaught’ não é a primeira tentativa de se fazer um jogo da franquia em realidade virtual. Em junho de 2015, o estúdio Overkill, criador da série ‘Payday’, anunciou ‘Overkill’s The Walking Dead’. Que teria uma experiência de realidade virtual para um novo headset, chamado de StarVR. Essa experiência VR acabou naufragando junto com o jogo flat da Overkill. Esse jogo recebeu críticas negativas bem pesadas, acabou sendo cancelado nos consoles e teve seu servidor fechado nos PCs. Ou seja, o jogo, que era todo online, morreu. Ah, e o headset StarVR também nunca foi lançado.
No ano passado, a empresa Skybound, que pertence ao criador da franquia, Robert Kirkman, anunciou o jogo ‘The Walking Dead: Saints & Sinners’. Esse jogo seria desenvolvido pelo estúdio Skydance, com lançamento previsto pra esse ano. Mas até agora só foi divulgado esse cartaz. E nunca mais alguém falou desse projeto, que seria focado nos personagens dos quadrinhos.
A Survios e ‘Onslaught’ apareceram por último na parada. O jogo foi revelado em um teaser divulgado em maio desse ano. Em junho tivemos o primeiro gameplay e, em breve, finalmente teremos um jogo VR oficial da franquia Walking Dead. Chega de jogar ‘Arizona Sunshine’ fingindo que você é o Rick Grimes. Agora, você vai poder ser o xerife de verdade.

‘The Walking Dead: Onslaught’ – Gameplay:

‘Contagion VR: Outbreak’ chega em novembro para rivalizar com ‘Arizona Sunshine’

Fãs de ‘The Walking Dead’ têm um novo motivo para comemorar. O Playstation VR vai ganhar em novembro um novo jogo que promete rivalizar com ‘Arizona Sunshine’ dentro da temática “apocalipse zumbi”. Trata-se do first-person survival ‘Contagion VR: Outbreak’, do estúdio Monochrome, que já está disponível em acesso antecipado na Steam, para HTC Vive, Oculus Rift e Windows Mixed Reality.

Dois dias atrás, o desenvolvedor Victor Burgos compartilhou algumas informações do jogo com os usuários do Reddit e perguntou quais as expectativas dos jogadores quanto à versão para PSVR do game.

No tópico, Burgos falou sobre um assunto que é sempre questionado pelos jogadores: a duração do game. Ele disse que a campanha para um jogador terá pelo menos 5 horas de duração, “com outras 5 horas sendo adicionadas em atualizações gratuitas”. O jogo também terá um modo para você se locomover livremente pelos cenários (“free roam”) em busca de itens e recursos valiosos.

O desenvolvedor destacou ainda que o jogo usa os controles de movimento (PS Moves, no PSVR) para que o jogador possa interagir de forma imersiva com vários objetos do cenário – e que seria difícil adaptar isso ao Dualshock 4 ou à Aim Controller. O jogo também usa armas brancas.

“Suporte ao controle seria estranho. Como você poderia usar uma arma em cada mão? Como você iria recarregar? O mesmo vale para os golpes corpo-a-corpo. Parece que comprometeria muito o jogo, para nenhum ganho. Mas não sou 100% contra isso. Parece que estragaria basicamente todas as mecânicas do jogo atualmente”, disse o desenvolvedor. “A menos que os jogadores do PSVR joguem com dois Dualshocks ao mesmo tempo. Aí sim”, brincou.

Assista ao trailer de gameplay de ‘Contagion VR: Outbreak’

DIFERENTES REGIÕES

O desenvolvedor disse que o estúdio está tendo problemas para lançar o game ao mesmo tempo nas Américas (NA) e Europa (EU), devido a questões burocráticas de classificação etária. De acordo com ele, o estúdio precisou de menos de uma hora para conseguir a classificação ESRB (usada nas Américas), mas a PEGI (utilizada na Europa) pode levar pelo menos um mês, por exigir um número “VAT”. Mas o desenvolvedor garantiu que, apesar de não ter ainda uma data de lançamento, o jogo dificilmente será adiado para além de novembro deste ano.

No tópico, Burgos perguntou aos jogadores se eles achariam ruim se o jogo fosse lançado apenas com a campanha single player e o modo “free roam”, sem os modos multiplayer competitivos e cooperativos. Estes modos extras, que já existem na versão para PC, seriam lançados posteriormente, em atualizações gratuitas.

O desenvolvedor recebeu várias opiniões sobre isso e disse que levaria todos os comentários em consideração. “Gostaria de ouvir seus comentários, preocupações, reclamações! Obviamente, não podemos deixar todo mundo feliz, mas gostaríamos de lançar o jogo para o PSVR o mais rápido possível, com o maior impacto possível. Então, nos ajude a ajudar todos vocês”, escreveu.

O GAME

‘Contagion VR: Outbreak’ é um first-person survival que se passa em um futuro pós-apocalíptico dominado por zumbis. As criaturas são bem assustadoras e se valem de ambientes bastantes escuros para criar um clima constante de medo, enquanto você vasculha vários tipos de ambientes em busca de armas e itens valiosos.

De acordo com o estúdio, você terá à disposição uma grande variedade de armas, granadas e armas brancas para se defender dos zumbis. Serão vários personagens, cada um com sua própria história para você descobrir.

[resumão] ‘The Walking Dead VR’ anunciado, ‘Detached’ adiado, ‘Sea of Memories’ lançado…

As notícias sobre o universo do Playstation VR estão pipocando desde ontem e resolvi fazer um resumão para trazer as informações de forma mais rápida para vocês. A primeira é que o estúdio Skydance Interactive anunciou ontem o primeiro jogo oficial de ‘The Walking Dead’ em realidade virtual: ‘Saints & Sinners’. O estúdio, responsável também por ‘Archangel’, ainda não deu muitos detalhes sobre o game – nem mesmo informou em quais plataformas ele estará disponível. Só sabemos que será em 2019. Até agora, a única imagem divulgada sobre ele é este pôster, que você confere abaixo:

walking dead1

A segunda notícia é sobre o game de exploração espacial ‘Detached’, que seria lançado hoje mas foi adiado novamente. Mas são poucos dias a mais de espera: o game chega ao Playstation VR na próxima terça-feira, 24. [Saiba mais sobre o jogo aqui]

Outra notícia do dia é o lançamento do puzzle ‘Sea of Memories’, do estúdio espanhol Ivanovich Games. O game traz um total de 100 quebra-cabeças em que você precisa alterar a perspectiva de observação dos objetos para poder solucionar. O jogo ainda não chegou nas PS Stores das Américas, mas foi lançado nas lojas online da Europa, Reino Unido e Austrália. O preço é de 9,99 euros.

Fechando nosso resumão, temos uma boa notícia para os fãs de ‘Mario Kart’. O estúdio Ivanovich Games aproveitou o lançamento de ‘Sea of Memories’ para anunciar que está trabalhando em um jogo bem parecido ao game de corrida da franquia ‘Mario’ em realidade virtual. O game se chama ‘Touring Karts’ e estará disponível em todas as plataformas VR. Ainda não temos data de lançamento nem imagens do jogo, mas o estúdio afirmou que terá novas informações para dar em setembro.

Estreamos um canal no YouTube! Veja aqui nosso primeiro vídeo!

O blog PSVR Brasil estreou hoje no YouTube, galera! A partir de agora, vamos trazer com frequência vídeos de gameplay capturados diretamente do Playstation 4. Não esperem grandes produções de Hollywood – vamos com calma! Ainda assim, prometo trazer sempre material de qualidade e gameplays comentadas de tudo o que for referente ao Playstation VR.

O primeiro vídeo é um gameplay do FPS ‘Arizona Sunshine’, que eu considero uma espécie de simulador de ‘The Walking Dead’ e um dos melhores jogos do PSVR. Não por acaso, este foi o primeiro game que joguei em realidade virtual, no ano passado. E foi amor à primeira vista, como vocês podem conferir neste artigo que escrevi sobre o assunto.

No gameplay, estou usando a Aim Controller, que pra mim é o melhor tipo de controle quando se trata de first-person shooters, caso de ‘Arizona Sunshine’. Mas você também pode jogá-lo com um par de PS Moves ou com o Dualshock 4.

Ah, e vale lembrar que o ‘Arizona Sunshine’ está em oferta na Promoção de Meio de Ano da PS Store, com 60% de desconto, saindo por apenas R$ 49,16. Simplesmente imperdível.

Se gostarem do vídeo, inscrevam-se lá no canal e deem aquele like para fortalecer! Valeu!

Assista ao vídeo de gameplay de ‘Arizona Sunshine’ do canal PSVR Brasil